De cara para o espelho. Pontuando consigo.

Olá rede.

Àṣẹ para quem é de àṣẹ. Que o(a) Deus(a) da tua fé seja louvado e te abençoe, independente da tua crença.

Neste espaço, propõe-se cuidar, expressar, lidar e entender o material humano. Pouco importa qual fé professa. A mente está aberta à voz da alma, nestas linhas, são sinceras e simples.

O ser humano é uma de una espécie só. Não se engane. Por mais cercado de pessoas, ocupações ou entretenimentos, a verdade nua e crua é que nascemos universos individuais isolados do mundo nos limites de um corpo físico.

E somos nós, e somente nós, talhados para a missão de obrar, edificar, destruir, ascender, estagnar, evoluir  ou empreender por nós. Mesmo aquela pessoa que você sabe realmente te amar, te bem querer, zeladora de tua felicidade, jamais poderá se sentar na boleia do dia à dia e guiar a carruagem por ti.

A alma humana é, dramática e invariavelmente, solitária no governo da existência.

Nunca delegue aos outros cuidar de si, como uma babá, suprindo seus anseios ou quais forem suas necessidades. Nem a Deus, impetre esta função. Se você nasceu, essa missão é sua e depende ,para ser bem sucedida,que seja independente. Creia, por mais boa vontade e afeto lhe tenham as pessoas, , mais cedo ou mais tarde, deixarão claro que, esse nutrir, seja financeiro, emocional ou intelectual, lhe é pesado, cansativo e custoso. Não por serem falsos ou de fraternidade piegas, mas quando se entrega a vida ao crivo, sustento, direcionamento e gerenciamento de terceiros, eles passam naturalmente a acharem-se donos das decisões, caminhos e providencias a serem tomadas de um cotidiano que é seu.

E tanto ambos,você e seus  próximos , se ressentirão disso. Quem administra a sua sina, por sentir-se o responsável por  sobrevivência e segurança, começa a conjecturar e declarar a forma de procedência a ser adotada( na maior boa vontade de somar porém na maioria dos casos, sem se pôr em teu lugar, sem pesquisar como você se sente). E a sugestão feita no melhor das intenções será estranha a seu âmago , pois só “sente o calor da panela, que mexe nela.” E você sentirá infelicidade,pela sensação inevitável de cobrança íntima pela vergonha de não se gerir .Isso vai  abrir distância entre você e os amados prestimosos.

Então, cada indivíduo é uma ilha? Sim e não.

Sim, no tocante ao seu desempenho e diretrizes, no que lhe concerne: profissão, finanças, posicionamentos, escolhas, lidas de cunho íntimo, comportamentos e pensamentos.Só cabe a si, providenciar rumos positivos. Nisso, sim, será uma ilha.

Porém, duas cabeças pensam melhor que uma e o ângulo de terceiros muitas vezes, além do vício e ciclo repetitivo em nosso cotidiano apresenta, soluções ou abordagens que embora óbvia, nos foge. Se a importância deste prisma não fosse válido, não existiriam tão necessárias profissões como psicólogos, médicos, sacerdotes, professores ou qualquer outra onde um especialista opine, ajude a organizar, proponha mudanças ou novos métodos para chegarmos à um fim com êxito ou conclusão produtiva e realizadora, potencializada por conhecimentos adquiridos.

Peça ajuda quando precisar, ouça, aprende, se aconselhe e reflita com os de sua confiança, mas nunca dependa, nem mesmo se o amigo, namorado, esposo, mãe  declarar:  “Farei isso por você, pois assim quero e sem nada pedir em troca. Não me importo, até gosto de ser o pilar, a viga, o sustento deste aspecto social, econômico (ou seja lá qual for a natureza do que banque) em tua vida.” Ele ou ela pode ter na hora, a convicção disso, a intenção sincera de fazê-lo, contudo, num dado momento ele ou você  se ressentirão pela simples é única verdade: cabe e somente a você, autonomia em qualquer campo de atuação, frente a seu destino.

Então agregue com quem te gosta, mas não dependa.

Não postergue batalhas, por mais duras e custosas. Saiba que irá sofrer, cair e se machucar, como é normal em todo processo de luta. Mas o prazer de não se sentir na obrigatoriedade disso ou aquilo, de afirmar com base, total direção seja diante dos fatos, em erros e acertos, não tem preço. Para ser e fazer o que quer,cada pessoa precisa ser seu responsável e suporte.

Creia e aposte em si mesmo, a liberdade é o maior bem do espírito.

Beijos, meu povo.

Yá Rachel de Igbalé.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *